top of page
24-01-SP-Revista-Horizonte.jpg
Edição nº 03 | Fevereiro 2024
logo-20-anos-cores-corretas.png
logo.png

01

ESPECIAL

02

EDITORIAL

03

EDUCAÇÃO FIN.

E PREV.

04

INSTITUCIONAL

05

INVESTIMENTOS

06

SEGURIDADE

07

PARTICIPANTES

08

APÊNDICE

ESPECIAL

Especial
bk-01.jpg
Ativo 1_300x.png
Camada-6.png

mais que investir, cuidar!

Ativo 1_300x.png

EDITORIAL

Editorial

O SEGURO QUE

"não morre de velho” 

O rápido envelhecimento da população brasileira é um sinal de alerta e de preocupações sobre o sistema de previdência pública do país. O que se constata hoje é que a classe média brasileira terá uma expressiva perda de renda na velhice caso não faça adesão a um plano de previdência complementar. Segundo os dados desse último censo divulgado pelo IBGE, o número de pessoas com 60 anos ou mais cresceu 3,8% ao ano entre 2010 e 2022, o que supera em muito a parcela de contribuintes com idade entre 20 e 64 anos, que cresceu apenas a 0,9% ao ano no período.

A classe média brasileira terá uma expressiva perda de renda na velhice caso não faça adesão a um plano de previdência complementar.

Esse impacto demográfico é muito grande e perverso — um quadro que se agrava à medida que as progressivas reduções das taxas de natalidade e o crescente aumento das expectativas de vida dos brasileiros provoca constante aumento do número de aposentados por trabalhador da ativa. Com efeito, a proporção de contribuintes por aposentado, que hoje está um pouco abaixo de 2 por 1, chegará a 1 por 1 no ano de 2050.

Como reflexo, geram-se déficits muito grandes na Previdência Social Pública — principalmente em razão do pagamento de benefícios diante do crescente aumento de aposentados pelo INSS — que diminuem a capacidade do Estado investir em saúde, educação e infraestrutura, por exemplo. E sabemos que um dos principais gargalos que impedem o crescimento do país é a clara deficiência de sua infraestrutura. A continuar nessa marcha batida, o Estado poderá ter problemas para honrar o pagamento de benefícios daqui a algumas décadas em razão do crescente envelhecimento da população e do decréscimo nos índices de fertilidade.
 
O que se busca para enfrentar o problema é um novo caminho para a previdência, que vise ampliar a cobertura previdenciária para a classe média sem onerar o chamado Regime Geral (INSS).

Um rumo correto é estimular e ampliar a previdência complementar, que opera com um modelo de financiamento capitalizado.

E um rumo correto para isto é estimular e ampliar a previdência complementar, que opera com um modelo de financiamento capitalizado e pode, portanto, atender também às necessidades de investimentos do Estado em infraestrutura dependendo de honras e garantias asseguradas. Especialistas no tema afirmam, inclusive, que existe uma clara correlação entre o crescimento econômico e o tamanho dos ativos dos fundos de pensão, importante pilar da poupança interna das nações que se desenvolveram. Uma solução, portanto, que funciona como um seguro que “não morre de velho” e impulsiona o progresso.

Não é desconhecido do público que o principal compromisso dos fundos de previdência complementar privados reside na boa e transparente gestão dos recursos dos participantes que acompanham, cotidianamente, o que estamos fazendo com o seu dinheiro. Eles exigem lucratividade e eficiência desses administradores e contam com ganhos de economia de escala e com a gestão técnica eficiente na aplicação de seus recursos.

Existe uma clara correlação entre o crescimento econômico e o tamanho dos ativos dos fundos de pensão.

Os associados que investem parte de suas economias em fundos privados reconhecem que esses fundos trabalham com o objetivo de que, para além do benefício básico pago pelo INSS, os trabalhadores recebam valores adicionais para conseguir recompor relevante percentual de sua renda quando pararem de trabalhar, concretizando pecuniariamente o ideal constitucional de garantir um envelhecimento com dignidade. Isto explica por que esses fundos são reconhecidos como “previdência complementar” — ou seja, uma poupança previdenciária adicional que se soma aos rendimentos da previdência pública.

Este é o caso do Sebrae Previdência, que administra recursos de investidores individuais distribuídos em grupos de perfis conservador, moderado, e arrojado escolhidos por cada participante e que apresenta historicamente excelentes resultados na rentabilidade dos investimentos que realiza. A propósito, no acumulado do último ano, o Instituto registrou retornos expressivos: em todos os segmentos de perfis, o rendimento das aplicações ficou acima da inflação e dos índices do Fundo Multimercado, fato que se repetiu nos últimos dez meses de 2023. E a confiança dos investidores dos Planos administrados pelo Sebrae Previdência se confirma pelo acentuado crescimento de sua carteira que, ano passado, chegou a cerca de R$ 1,4 bilhão.

Evandro Nascimento
Diretor-Presidente do Sebrae Previdência

Evandro.png

EDUCAÇÃO FINANCEIRA
E PREVIDENCIÁRIA

Educação financeira

Dia do Participante:

COMEMORE COM A GENTE E CONCORRA A UM POWER BANK EXCLUSIVO!

Em 2 de fevereiro comemoramos o aniversário do Sebrae Previdência e também o Dia do Participante! Para celebrar, vamos sortear 20 carregadores Power bank exclusivos dos 20 anos do Instituto. Todos os Participantes dos Planos SEBRAEPREV, Valor Previdência (Família, FenaconPrev, CoreconPrev e OPBBPrev) e Valor Empresarial (SESC Previdência e SENAC Previdência) podem concorrer. Para participar do sorteio, é só responder ao QUIZ disponível no botão abaixo.

A_cheerful_African_American_woman_wearing_a_pink_jacket_stands_against_a_white_wall_smilin

 Dica: para descobrir todas as respostas, assista ao vídeo especial de 20 anos disponível no início dessa edição da revista Horizonte, que perpassa momentos importantes na história do Instituto. 

Layer-2.png

Atenção: o prêmio estará condicionado aos sorteados que estiverem em conformidade com as suas obrigações em seus referidos planos. O QUIZ poderá ser respondido até o dia 29 de fevereiro. Não perca o prazo e participe!

bk-03.jpg
Ativo 1_300x.png

DESCUBRA COMO PAGAR MENOS IR E AINDA AUMENTAR A SUA RESERVA PREVIDENCIÁRIA

Seja estratégico:

Ainda estamos em fevereiro, mas, qualquer época do ano é momento para pensar estrategicamente na sua previdência privada, de olho na obtenção de uma maior restituição do Imposto de Renda (IR) e, consequentemente, em um benefício mais elevado na aposentadoria!

 

Uma das principais vantagens desse tipo de investimento é o benefício fiscal oferecido pela Receita Federal, que permite abater até 12% da sua renda bruta anual tributável. As contribuições realizadas durante todo o ano para o seu plano de previdência são deduzidas da base de cálculo do IR fazendo a "mordida do leão" ser menor. A questão é que, geralmente, a soma das contribuições normais não atinge esse percentual.

 

E aí que entra a importância dos aportes esporádicos — que podem ser realizados a qualquer momento — principalmente em oportunidades como o recebimento de extras, férias, 13º salário ou até mesmo a restituição do próprio Imposto de Renda. 

 

Os aportes podem ser feitos via boleto bancário. Basta acessar a área restrita do seu plano, no Portal do Sebrae Previdência, e gerar o seu. O aporte é importante para maximizar seus investimentos, possibilitando não apenas benefícios fiscais, mas também mais segurança financeira a longo prazo.

35_renzen_lion_walking_front_view_isolated_on_white_background_hig_7e873d81_7ae5_41a4_b65d

Simulador ajuda na realização do cálculo

Utilize o Simulador de Benefício Fiscal disponível no Portal do Instituto para calcular quanto precisa investir no seu plano a fim de obter o máximo da dedução do IR.

Lembre-se de que não é necessário fazer de uma vez só o seu aporte: aproveite o ano para "diluir" esse total em diferentes contribuições esporádicas, mês a mês! Afinal, ainda há tempo até o fim de dezembro. Planeje-se e seja estratégico!

O SEU FUTURO COMEÇA HOJE,

prepare-se mentalmente para ele!

Já parou para refletir sobre como será o momento da sua aposentadoria? Ainda que isso esteja longe de acontecer, é importante planejar desde já como poderá ser essa transição e estabelecer novas metas e propósitos para essa nova fase da vida. E para ajudar nisso, o Sebrae Previdência disponibiliza o curso on-line de Preparação para a Aposentadoria (PPA), que orientou 75 pessoas ao longo de 2023, divididas em 3 turmas, e já está com as matrículas abertas para a primeira turma de 2024.

OLD-MEN.png

O PPA é dividido em 7 módulos e conta com atividades que incluem videoaulas, debates, jogos on-line, quizzes e outros recursos que promovem o autoconhecimento e o empoderamento, bem como estimulam a participação da família na construção de sonhos e projetos para o futuro pós-laboral.

 

“Ministrado por psicólogas e consultoras em previdência e recursos humanos, o curso ajuda na compreensão da aposentadoria como mais uma etapa normal da vida, reduzindo sentimento de insegurança, ansiedade e preocupações típicas dessa fase”, explicou Luciana Ribeiro, gerente de Seguridade do Sebrae Previdência. “O programa ajuda o participante a se reconectar com suas metas e

se preparar para aproveitar toda a tranquilidade que a aposentadoria pode lhe proporcionar”, concluiu.

O curso é gratuito e abrirá nova turma em breve!

Ativo 1_300x.png
Ativo 1_300x.png

APRENDA BRINCANDO COM O NOSSO

caça-palavras interativo!

A educação financeira infantil deve ser divertida, afinal aprender com entretenimento é a forma mais eficaz para fixar o conhecimento na mente e incorporá-lo nos hábitos dos pequenos.

 

Por isso, que tal convocar a sua família e descobrir onde estão as palavras escondidas no painel abaixo?

 Dica: encontre as palavras destacadas na frase abaixo 

 

Para ter uma APOSENTADORIA tranquila, é importante POUPAR e ECONOMIZAR desde cedo. Isso permitirá que você acumule DINHEIRO suficiente para realizar seus SONHOS no FUTURO. Para alcançar esse OBJETIVO, um PLANEJAMENTO financeiro que considere o INVESTIMENTO em PREVIDÊNCIA é essencial.

INSTITUCIONAL

Institucional
24-01-SP-Revista HorizontePrancheta 5.jpg

NOVOS CONSELHEIROS
EXPÕEM EXPECTATIVAS PARA
SEUS MANDATOS ATÉ 2027 

Um "time de peso":

2023 foi ano de Eleição no Sebrae Previdência, onde os participantes de todos os planos administrados pelo Instituto puderam votar eletronicamente em seus candidatos para a composição de metade dos Conselhos Deliberativo e Fiscal. Em março, o resultado oficial foi homologado, declarando vencedora a Chapa 2 - O Futuro se Constrói Agora. Os Patrocinadores e Instituidores indicaram seus conselheiros para a outra metade dos referidos órgãos colegiados, confirmados pela Assembleia.

CONSELHEIROS.png

Todos tomaram posse em 1º de abril de 2023 e encerrarão seus mandatos em 31 de março de 2027. Conheça melhor alguns deles e suas expectativas para os próximos anos do Instituto.